Vitória Clube de Santarém coloca dois atletas na Selecção Nacional

Clube vitoriano, à beira de novos títulos, supera os 1000 golos em 2015/16 e coroa época de sonho com chamada histórica

Vitória Clube de Santarém coloca dois atletas na Selecção Nacional

É um momento histórico para o Vitória Clube de Santarém: Eduardo Carvalho e Paulo Nunes, atletas da equipa de iniciados do clube, integram a convocatória para o primeiro estágio de sempre de uma Selecção Nacional de Futsal Sub-15, a realizar entre 29 de Abril e 1 de Maio, no Centro de Estágios de Rio Maior.

Esta chamada por parte do seleccionador nacional, o professor José Mendes, representa a primeira ocasião, em termos absolutos, em que o clube escalabitano coloca atletas numa selecção das Quinas, naquele que é mais um marco inolvidável no seu percurso enquantoescola de formação de referência, assim como na sua missão de projectar o futsal no concelho de Santarém.

Os dois selecionados integram já os quadros do Vitória há largas temporadas, com o esquerdino Eduardo Carvalho a estrear-se em 2011, época em que ajudou o clube a somar o seu primeiro título de sempre, sagrando-se campeão distrital de benjamins, enquanto o guarda-redes Paulo Nunes chegaria em 2012, inscrevendo também ele, desde logo, um troféu de campeão no currículo (infantis). Desde então que ambos têm coleccionado inúmeros títulos e galardões, integrando uma geração dourada que tem feito as delícias dos vitorianos e que contempla outros elementos de talento extra, com qualidade para seguir as pisadas destes dois atletas nos maiores palcos do futsal nacional.

 

Mais de 1000 golos em 2015/16

Entretanto, prossegue a temporada de sonho do Vitória Clube de Santarém em 2015/16, com mais títulos a avizinharem-se e com a obtenção de diversas marcas de relevo: no último domingo, na visita aos já campeões Os Patos, a equipa de infantis rubricou exibição de gala, triunfando por categóricos 6-4 e, pelo meio, apontando o golo 1000 do clube vitoriano esta época, totalizando todos os seus escalões competitivos.

A honra coube ao irreverente Duarte Nunes, na sequência de superior jogada individual, num momento em que se consumava a recuperação épica dos pupilos de Ivo Costa, que se viram a perder por 0-3 nos momentos iniciais do encontro, mas que, fruto de uma exibição colectiva luxuosa, chegariam aos 6-3 já na segunda metade. Uma manhã de sonho para Miguel Neves (4 golos), Xavi Malpique (1), Duarte Nunes (1), Diogo Delgado, António Sezões, Rodrigo Ramos e Luís Pampilhosa!

 

Na véspera, também a contribuir para o milhar de tiros certeiros, os iniciados, líderes do Campeonato Distrital, foram a Coruche defrontar o vice-líder da geral e os expressivos 6-1 a favor da turma de Ivo Costa deixam prova inequívoca da justiça de um título que se afigura a apenas um ponto, quando ainda faltam três rondas para o final da prova (são agora oito os pontos de vantagem no cume da tabela).

Na construção de mais um grande resultado, participaram Paulo Nunes, Miguel Oliveira (1), Jony (3), Eduardo Carvalho e Bernardo Bernardino; João Peitaço (1), Bernardo Garcia (1), Miguel Tomé, Diogo Madeira, João Francisco e Duarte Nunes.

 

Vitória estreia mais “velho” de sempre

Também em veteranos, o Vitória soma e segue, contando por triunfos os desafios realizados no pioneiro Distrital da categoria. Na passada sexta-feira, diante da AD Cruz de Cristo, os vitorianos venceram por 6-3, numa partida que contou com especial homenagem ao sócio nº 1 e um dos fundadores do clube, António Pardelhas, que, em dia de aniversário, se estreou oficialmente enquanto atleta do clube.

Titular, capitão e com o dorsal 1 nas costas, o mítico vitoriano tornou-se assim, aos 60 anos de idade, o atleta mais velho de sempre a participar num jogo oficial sob a égide da Associação de Futebol de Santarém, levando ao delírio a jovem falange de adeptos que, de pé, entoou cânticos emocionados ao “rei Pardelhas” no momento da sua substituição, precisamente para dar lugar ao filho, Sérgio Fernandes.

Também para os registos de História do clube entra o nome de Rui Paulo, ao apontar o golo mais “idoso” de sempre dos azuis, em plenas 43 primaveras, suplantando a sénior feminina Flávia Rolo (havia facturado esta época aos 42 anos).

Sérgio Fernandes, Sérgio Ramos, Marco Pinto e Nuno Pita Soares (2) rubricaram os restantestentos de um triunfo que coloca o Vitória na senda de mais um título distrital, numacompetição que está a corresponder a todas as expectativas de fair-play e promoção damodalidade, pretendendo cativar novos emblemas para a próxima temporada.

 

 

Sporting no adeus às taças nacionais

No âmbito nacional, as duas equipas do Vitória Clube de Santarém envolvidas nas respectivas Taças Nacionais despediram-se no passado domingo, após desaires na última ronda da 1.ªfase.

Os juvenis, já matematicamente arredados da discussão do apuramento, viveram, porém,momento apoteótico na Nave de Santarém, com o jovem clube escalabitano a tornar a receber em sua casa o gigante Sporting Clube de Portugal. O resultado (2-12) não deslustra, contudo, a

boa réplica dada pelos vitorianos diante do tricampeão… nacional. A prová-lo está o facto de oprimeiro golo ter surgido apenas aos 12 minutos, após férrea resistência dos escalabitanos, que ousariam ainda balançar as redes leoninas em duas ocasiões.

Os autores desse feito seriam Luís Menino e Miguel Garcia, que se tornou assim o primeiro atleta do clube a marcar oficialmente ao Sporting CP em casa e fora de portas.

Já a equipa sénior feminina, ainda sonhava com o próximo patamar da competição, “bastando” para isso um triunfo folgado, por 3 tentos, na visita ao líder do grupo, o Arneiros.

Todavia, a formação de Hugo Vieira não conseguiu contrariar a enorme valia das lisboetas, que não permitiram veleidades, vencendo por 3-1. O golo vitoriano seria apontado por Kanuka.

 

Escalões de base em grande forma

Na actividade dos mais jovens, nota para a entrada a vencer dos já campeões distritais de benjamins na última competição oficial de 2015/16, o Torneio de Encerramento da AF Santarém.

O 3-2 frente à AD Cruz de Cristo, na Nave Municipal, representou o 17.º triunfo da equipa de Carla Paulino em igual número de encontros disputados esta temporada, com os artilheiros Carlos Bernardino (2) e André Paulo a darem balanço aos vitorianos para a conquista de mais um troféu.

Já em traquinas, no feriado de segunda-feira, jogo de grande entusiasmo na vila de Coruche, inserido nas actividades do Street Food Festival: os pequenos grandes vitorianos deixaram-se contagiar pelo ambiente frenético que rodeou a quadra, e arrancaram estóico triunfo por 3-2, após briosa actuação colectiva.

O supersónico Cristiano Bernardino fez os três golos azuis, em tarde de superlativa inspiração dos guardiões Madalena Domingos e Gonçalo Fonseca, que confirmaram a qualidade da escola de guarda-redes do clube escalabitano. Rodrigo Ferreira, Afonso Ferreira, Simão Mena, João Duarte, Gabriel Esteves, João Esteves e o estreante Tomás Pinto foram os outros artistas deserviço.

 

Com brilho intenso, exibiu-se igualmente a formação de petizes, em mais um momento dos Encontros Distritais da AF Santarém, realizado no sábado em Torres Novas. Duas vitórias e umempate foi o registo dos irrequietos pupilos de Carla Paulino, que chegaram aos golos por JoãoEsteves (4) e Duarte Carvalho (3). Somem-lhes os nomes de Rodrigo “Mini” Coelho, Gui Bento, Afonso Fernandes e Tomás Fachadas, e estão encontrados rostos talhados para colorir, por muitos anos, o futuro do futsal do Vitória Clube de Santarém.

 

Resultados do futsal do Vitória CS:

Petizes: Vitória CS, 4 – Cruz de Cristo, 3; Vitória CS, 1 – CB Golegã, 0; Vitória CS, 1 – NS Torres Novas, 1;

Traquinas: CAD Coruche, 2 – Vitória CS, 3;

Benjamins: Vitória CS, 3 – Cruz de Cristo, 2;

Infantis: CD Patos, 4 – Vitória CS, 6;

Iniciados: CAD Coruche, 1 – Vitória CS, 6;

Juvenis: Vitória CS, 2 – Sporting CP, 12;

Seniores masculinos: Salvaterrense, 5 – Vitória CS, 2;

Seniores femininos: Arneiros, 3 – Vitória CS, 1;

Veteranos: Cruz de Cristo, 3 – Vitória CS, 6.

Lido 5667 vezes